Pesquisa Política

Saiba mais sobre nossa pesquisa política

 

Como se faz uma pesquisa de opinião? O que devemos perguntar primeiro?

O cliente ou os interessados em utilizar os resultados de uma pesquisa como ferramenta de trabalho, tem que fazer uma série de perguntas antes de colocar uma pesquisa em campo.

Qual é o universo a ser pesquisado?

O universo é a quem vamos direcionar as perguntas que estarão contidas em um questionário, exemplo:
Se formos fazer uma pesquisa, encomendada pela "instituição x", para verificar o nível de satisfação de profissionais de área médica, o universo será formado por profissionais de saúde. Este universo poderá ser composto pelos que trabalham na iniciativa privada, setor público, ou nos dois. Podemos ainda restringir essa população a um hospital, um complexo hospitalar, uma capital, uma metrópole, um país, um continente.

Que amostra selecionar?

Após ter definido o universo, vamos estabelecer quantas pessoas precisaremos entrevistar para que a pesquisa de mercado seja representativa. É impossível entrevistar todo o universo, não do ponto de vista técnico, mas do ponto de vista econômico, além do que não é necessário.

Como estratificar a amostra?

Dentro do universo determinado, e escolhida a amostra, daremos a base para que ela seja representativa, estratificando proporcionalmente esta amostra.
Exemplo: se o universo estabelecido é composto de homens e mulheres, precisamos saber qual a proporção a ser estabelecida para cada segmento, que pode ser por sexo, idade, escolaridade, dentre outras de interesse específico.

Qual será a margem de erro?

A pesquisa de opinião é o resultado do estudo científico de uma realidade mutável, e como não podemos entrevistar todo o universo ao mesmo tempo, a pesquisa possui uma margem de erro que usualmente varia de 2% a 5%. Grosso modo, quanto maior a quantidade de entrevistas realizadas, menor será esta margem. Independente do percentual da margem de erro, sempre haverá a existência de um coeficiente de confiabilidade, grau de segurança de que o resultado final vai guardar a margem de erro pré estabelecida, geralmente é de 95,5%.
Exemplificando: Se o resultado de uma pesquisa diz que 10% dos entrevistados gostam de abacaxi, sendo a margem de erro de 2%, para mais ou para menos, significa que, de cada 100 pesquisas iguais, em 95,5% dos casos o resultado vai oscilar entre 8 a 12% tendo uma média de 10%.