Tipos de Pesquisa

Informações Técnicas

 

Dentre as pesquisas de mercado, temos as qualitativas e quantitativas. Definições:

PESQUISA QUANTITATIVA

É feita com questionários pré-elaborados que admitam respostas alternativas e cujos resultados são apresentados de modo numérico, permitindo uma avaliação quantitativa dos dados.

PESQUISA QUALITATIVA

Técnica que visa conhecer estilo de vida, comportamento, perfil e opiniões dos entrevistados. As técnicas mais difundidas são: discussão em grupo e entrevistas em profundidade.

AD HOC

Pesquisa realizada com o objetivo de responder a um problema específico a pedido de um determinado cliente. Termo oposto a "omnibus".

OMNIBUS

Pesquisa conjunta realizada para um grupo de diferentes clientes, permitindo a cada um a inclusão de um determinado número de questões e dividindo de forma partilhada o custo total. Alguns institutos de pesquisa oferecem tais pesquisas em intervalos regulares.

DAY AFTER RECALL

Lembrança da véspera; isto é, recordação de um programa ou anúncio, vistos ou ouvidos no dia anterior. Técnica padrão utilizada tanto para pré-testar quanto para pós-testar comerciais. A característica básica desta técnica é a mensuração da comunicação, mostrando em que grau a mensagem de propaganda consegue produzir lembrança na mente do consumidor. A razão do seu uso parte do princípio de que a lembrança da propaganda é condição necessária para eventuais mudanças de atitude e comportamento por parte do receptor.

FLAGRANTE

Método de pesquisa caracterizado pela observação do fenômeno no momento em ele ocorre. É utilizado em mídia (para pesquisa de audiência de rádio e TV) ou logo depois da compra de um determinado produto ou serviço.

TOP OF MIND

Marca de produto ou serviço mais lembrado ou conhecido dentre todas as marcas citadas espontaneamente. O mais citado pelo consumidor, ou seja, o primeiro lugar na mente do entrevistado.

PANTRY CHECK

Pesquisa na qual se solicita a comprovação da existência de produtos no domicílio.

PESQUISA DE MÍDIA

Estudo que tem como finalidade conhecer a audiência e os hábitos das pessoas com relação aos vários meios de comunicação, ou seja: saber a audiência diante do que foi veiculado; obter informações sobre os meios de comunicação; saber as quantidades de audiência ou de leitura; e conhecer o comportamento das pessoas diante do que foi veiculado.

PESQUISA REGULAR (clientes)

Pesquisa que alguns institutos de pesquisa fazem com regularidade e por conta própria, sem ser por encomenda, e cujos resultados podem ser adquiridos por qualquer interessado mediante assinatura.

PAINEL

Tipo de pesquisa realizada em várias etapas, em que a amostra permanece constante ou é modificada gradativamente. Neste último caso, a maior parte da amostra mantém-se até o final da pesquisa.

DESK RESEARCH (pesquisa documental)

Coleta e compilação de todas as informações disponíveis sobre determinado assunto, usando como fonte os dados internos (da própria empresa) e dados externos (publicações oficiais, dados de associações, sindicato etc.).

SAMPLING

Processo de distribuição de produtos com amostras grátis para que sejam avaliados pelo público-alvo. Os locais e áreas geográficas são selecionados conforme as características desejadas (classe social, sexo, idade) para aquele tipo de produto.

DISCUSSÃO EM GRUPO (FOCUS GROUP)

Dentre as pesquisas qualitativas, a discussão em grupo é a mais conhecida. É também conhecido como focus group. Também ela é colocada na categoria de pesquisa observacional. Por que leva esse título? Simplesmente pelo fato de ser baseada na observação. Ou seja, ao invés de entrevistas propriamente ditas com formulário, os "entrevistados" são observados em grupo.

Pesquisa qualitativa de caráter explorador de um segmento do mercado (grupo de consumidores) com vistas a obtenção de dados sobre sua opinião, comportamento, percepção etc. sobre um assunto, problema, produto ou serviço. Sob a condução de um moderador, um grupo de 7 a 10 pessoas escolhidas por suas características pré-determinadas (classe, idade, sexo, educação etc.) e/ou específicas de um assunto (como posse da coisa ou experiência com o produto/serviço) se reúnem para discutir um assunto em foco. Essa discussão é observada e registrada. A pesquisa com vários grupos permite, após análise dos resumos das discussões, chegar a conclusões utilizáveis mercadologicamente; cobre tudo como base para posteriores estudos quantitativos.

ENTREVISTA EM PROFUNDIDADE

A entrevista em profundidade é muito utilizada nas pesquisas motivacionais. É uma técnica de entrevista que não se utiliza um questionário estruturado, e sim de um roteiro com tópicos a serem abordados conforme os objetivos da entrevista. Este roteiro conduz de forma mais livre a conversa entre o entrevistador e o entrevistado.

São assim chamadas pois as perguntas são na verdade um roteiro, um guia para que as informações sejam colhidas de maneira a explorarem ao máximo as respostas dos entrevistados: Exemplo: se uma pergunta refere-se a cor de preferência do entrevistado, e este diz que é a cor azul, o entrevistado explora a resposta fazendo outros tipos de pergunta referente a essa cor, do tipo: o que lembra essa cor, se ele prefere essa cor aplicada a todas as coisas que possam ser coloridas dessa forma (casa, carro, roupas...), se essa cor lembra alguma coisa ou fato relacionado a sua vida (uma música, um evento, um esporte...) notem que a pergunta inicial, aquela que consta no formulário/roteiro era apenas qual a cor preferida, porém desdobra-se em outras relacionadas a ela. Além disso, o pesquisador, que deve ser devidamente capacitado para essa pesquisa, tem que encontrar "brechas" nas respostas que possibilitem a exploração de outras respostas ao elaborar outras perguntas advindas do que conteúdo que foi respondido.

CLIENTE MISTERIOSO (MISTERY SHOP)

Outro tipo de pesquisa classificada nessa categoria é denominada "cliente misterioso", ou "cliente oculto". Para aqueles aficionados na língua inglesa temos a tradução para mistery shop ou pseudocompra para os latinos.

Esta modalidade de pesquisa é empregada geralmente para se observara quais são os comportamentos dos funcionários de uma empresa em relação a seus clientes e consumidores. Geralmente empregadas por bancos, magazines e redes de lojas para se saber se o atendimento aos consumidores estao de acordo com as normas e regras estabelecidas pela direção da empresa, se os funcionários se comportam de acordos com os padrões estabelecidos em treinamento ou pelas regras da ISO 9000.